Carregando

O que esperar das apresentações na escola


22 de junho de 2022

Por Kátia Gisele Costa

Todas as vezes que a minha filha caçula (cinco anos) tem um trabalho para apresentar na escola eu e o pai dela já sabemos o que vamos enfrentar. Ela fica envergonhada, chora, não quer soltar da mão da professora e não tem a menor vontade de nos contar sobre o que aprendeu. Enquanto olhamos os outros pais orgulhosos ouvindo seus filhos a nossa está com os braços cruzados e não quer falar nada. Aos poucos vamos interagindo com ela, mostrando curiosidade e ela vai se sentindo melhor até que flui. O momento começa tenso mas acaba sempre feliz, sempre vale a pena!

Eu já discorri sobre as apresentações escolares numa outra ocasião (leia aqui: Antes da cortina se abrir), mas falando especificamente das apresentações de palco, hoje eu convido você para analisarmos o que há por trás dos momentos de apresentações escolares e o quanto, os nosso filhos/alunos aprendem com isso. Várias ações que acontecem na escola fazem parte do currículo oculto, que na verdade são ações não estruturadas, porém, cercadas de intencionalidades. Ações que vão desde o momento de esperar a vez para entrar no banheiro até a apresentação de uma pesquisa sobre a vida das abelhas na colmeia.

Outro ponto importante que o adulto às vezes não se dá conta, é que a escola, e mais especificamente, a sala de aula da criança de Educação Infantil, é o único espaço em que a criança não precisa partilhar com a família, ou seja, aquele ambiente é dela, da professora e dos amigos, por isso papai e mamãe, peçam licença ao entrar, cumprimentem educadamente as outras crianças pertencentes ao grupo. Não sejam invasivos, não fiquem dentro da sala da criança como se aquele ambiente também lhes pertencesse, sejam respeitosos!

A escola de Educação Infantil carrega a tarefa de construir e elaborar noções e conceitos que serão sistematizados ao longa da vida escolar e isso envolve a valorização das experiências que as crianças vivem fora da escola aliadas às experiências promovidas dentro dela. Não é na fase do primeiro setênio que as famílias devem se preocupar com o curso que o filho vai optar no vestibular, aqui é hora de ensinar, por exemplo, que o dia do brinquedo é na segunda-feira, que essa é uma regra que precisa ser respeitada para que todos convivam em harmonia. Cada fase carrega a sua importância e os pais devem buscar orientação na escola caso percebam que estas funções estão perdidas para que aos poucos e ao longo da vida as intenções sejam alinhadas a ponto de ajudarem nas escolhas futura. Tudo é construção!

Pesquisas em neurociência afirmam que é a plasticidade cerebral da criança que permite toda a mudança de comportamento, seja cognitivo, emocional ou motor, a partir das modificações no ambiente, ou seja, qualquer ação que descontrua os conceitos, levam a novas aprendizagens. Sendo assim podemos avaliar o quanto uma criança cresce emocional e cognitivamente quando é desafiada a apresentar aos pais aquilo que aprendeu de maneira tão lúdica com a professora e os amigos na escola. O adulto deve ter o maior respeito por estes momentos e encarar como oportunidades de crescimento para a criança enquanto ser humano e enquanto ser pertencente a um grupo.

Então papai e mamãe, me atrevo a deixar aqui um conselho e um pedido, quando tiverem a honra de serem convidados para a apresentação escolar de uma criança, vá com o coração aberto, ouvidos atentos e sabendo que esse momento é carregado de emoção e importância para a criança. Aproveite e aprenda com ela.

Imagem: Amigos crianças foto criado por rawpixel.com – br.freepik.com


Katia Gisele Costa é Pedagoga pela Universidade Estadual de Ponta Grossa e Mestre em Educação pela Universidade do Minho (Portugal). É Coordenadora Pedagógica – Educação Infantil no Colégio Pontagrossense SEPAM, de Ponta Grossa-PR.

Você está pronto para ser calouro?

SEPAM VESTIBULARES

EU ESTOU PRONTO

Notícias

Fique por dentro do Sepam!

Com títulos no handebol, xadrez e tênis de mesa na macrorregional, Sepam avança para fase final dos JEPs

23 de junho de 2022

O Colégio representará Ponta Grossa na última etapa da competição estadual Os atletas do Colégio Pontagrossense Sepam conquistaram as primeiras colocações no handebol (masculino B), xadrez (feminino[...]

SAIBA MAIS+

Alunos do Sepam conquistam medalhas por melhores desempenhos na Olímpiada Nacional de Ciências

20 de junho de 2022

No Brasil, apenas 5% dos participantes da 2ª fase da ONC recebem condecorações de ouro, prata ou bronze Sete alunos do Colégio Pontagrossense Sepam conquistaram medalhas na Olimpíada Nacional de[...]

SAIBA MAIS+

Com incentivo aos jogos colaborativos, alunos do Sepam aprendem na prática lógica do ganha-ganha

3 de junho de 2022

A iniciativa faz parte do programa Líder em Mim, que tem como um dos objetivos instigar o protagonismo estudantil Os alunos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental do Colégio Pontagrossense Sepam[...]

SAIBA MAIS+
Ver mais notícias

Fale conosco

Siga-nos nas redes sociais e fique por dentro do mundo Sepam